1

hegou a hora com a que você e sua família tanto sonharam: comprar o apartamento dos sonhos! Você já está decidido a comprar um imóvel na planta, afinal quer deixa-lo com a sua cara, do jeito que você sempre sonhou.

Mas você sempre ouviu que a compra de um apartamento na planta envolve riscos e, por isso, está cheio de dúvidas. Pode respirar aliviado, porque essas dúvidas vão acabar.

 

5 dicas para comprar o seu apartamento na planta

 

 1. Entenda o que você está comprando

Comprar apartamento na planta é financiar a construção do seu apartamento. Você irá pagar para a construtora realizar as obras, ou seja, ele não está pronto. O prazo de entrega varia muito, mas geralmente varia entre 18 a 36 meses, dependendo do imóvel e das áreas extra, de lazer, que ele terá.

Comprar um imóvel na planta é um investimento a longo prazo: é um bem de entrega futura.

 2. Saiba o que você pode ou quer gastar

Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas procuram apartamento sem saber exatamente o quanto podem pagar. Isso é fundamental! E sim, isso deve ser feito antes da procura pelo imóvel começar. Isso não apenas limita a busca, como permite que você seja realista em relação às suas condições financeiras.

Faça uma simulação de crédito imobiliário e descubra o quanto você realmente pode assumir das parcelas e qual o limite que o banco libera para você financiar. Na CrediPronto, a sua simulação sai em até 24 horas.

Lembre-se que você terá que decorar o apartamento e isso custará. Também não se esqueça do INCC, que reajusta as parcelas do seu imóvel!

Para saber mais sobre o INCC, clique aqui.

3. Visite a região do estande em diferentes horários

Ao contrário de um imóvel pronto, no qual você pode entrar diversas vezes, o imóvel da planta, como o próprio nome já diz, ainda não existe. Isso não impede que você visite a região de sua possível futura casa, ou mesmo estande de vendas e o decorado, em diferentes ocasiões, diferentes dias da semana, diferentes horários. Isso ajuda você a saber como é a rotina daquela rua e daquele bairro.

Por exemplo: No domingo, quando você conheceu o estande pela primeira vez, a rua era silenciosa e calma. Mas o trânsito dos carros e o barulho pode ser complicado durante a semana, pela manhã. Conhecer a localização do seu futuro lar é fundamental.

4. Evite aborrecimentos

Atitudes simples podem evitar dores de cabeça enormes.  Uma delas é registrar toda a sua negociação. Tudo o que for conversado, confirme via e-mail. Guarde todos os folders e folhetos, tire foto da maquete. Você ficará mais tranquilo.

Outra dica, e que muita gente não faz é: leia o seu contrato. Mas leia de verdade. Todas as letrinhas. Saiba quais são os seus direitos como comprador que constam ali. O contrato é a sua maior segurança e você deve se agarrar nela.

4. Garanta a segurança do seu investimento

Pergunte. Pergunte. Pergunte. Ah… Já dissemos para você perguntar?

Tire todas as suas dúvidas, a voltagem das tomadas a questões estruturais, da quadra de futsal a possíveis problemas que a construtora já possa ter tido no passado. Procure conversar com pessoas que já tenham adquiro imóveis das mesmas empresas, fale com síndicos e moradores sobre a qualidade dos materiais, sobre como os problemas foram resolvidos, se foi tudo cumprido como prometido.

Um apartamento é, possivelmente, o maior investimento da sua vida. Você quer que tudo ocorra da melhor maneira, não é mesmo?

 

acesse www.tavarnaroimoveis.com.br