foto 58 (2)

Para muitos pais, a tarefa pode ser quase impossível: manter o quarto do filho em ordem. No entanto, arquitetos dão dicas fáceis para deixar a organização do espaço mais prática e, nem por isso, menos bonita.

O maior problema quando o assunto é o cômodo dos pequenos diz respeito ao local para guardar os brinquedos. Ao mesmo tempo em que é necessário tê-los à mão, para que a criança possa se divertir, é preciso manter o mínimo de arrumação. Caso contrário, a mãe fatalmente terá um colapso com tanta bagunça.
De acordo o escritório de design e arquitetura Rocha Andrade, de São Paulo, a melhor saída é a utilização de nichos e caixas, deixando apenas alguns brinquedos ou enfeites à mostra. Além disso, os objetos de uso diário devem ser colocados em caixas com rodízios de cores diferenciadas.
Segundo os profissionais, além de ser prático para se ter acesso a todos os brinquedos, as cores a ajudam a encontrar determinado objeto. E na hora da arrumação fica tudo mais fácil.
Quando o assunto é o piso, os especialistas indicam o de madeira e, para tornar o local mais aconchegante, é possível investir em um tapete antialérgico. Ambos facilitam a limpeza e deixam o quarto confortável. Outra boa alternativa é o material vinílico, uma manta fácil de colocar e tirar, ou o aviflex, um material emborrachado.
A arquiteta Vanessa Trad, de São Paulo, diz que o segredo é investir em móveis multiuso, como cama que tenham gavetas ou baús na parte de baixo, e escrivaninhas com rodas. De uma forma geral, peças que possam ser utilizadas para mais de uma finalidade.

foto 58 (1)

Para guardar as roupas, gaveteiros com frente em acrílico facilitam na hora de a criança diferenciar cada roupa. No caso dos armários, é importante escolher um modelo que possa ser utilizado por alguns anos, sem muitos detalhes, ou alguns que possam ser retirados facilmente quando o dono do quarto crescer.
Outra boa dica quando o filho passa para a fase escolar é pensar em um canto para estudos. “O melhor é fazer escrivaninhas adaptadas ao tamanho da criança, com cerca de 50 cm de altura, com muitas gavetas e compartimentos que possam ser fechados para que ela possa guardar todas as suas coisas”, disse a arquiteta Vanessa Trad.
Não se esqueça de que o ambiente deve ter uma boa iluminação, com cadeira confortável, nichos projetados na bancada para organizar lápis e canetas, porta-trecos coloridos de acordo com o gosto do filho e prateleiras sobre a mesa, para ter fácil acesso a livros e cadernos de uso frequente. Assim fica muito mais fácil ter o quarto em ordem.
FONTE: Terra

Procurando imóvel? Aqui você encontra as melhores opções em um único lugar. Acesse o site da Tavarnaro Imóveis.