cagua

A utilização da caixa d’água na estrutura do imóvel é fundamental para garantir o abastecimento de água em casa, principalmente em épocas de estiagem e racionamento.

Para auxiliar na escolha do modelo ideal para a residência, o coordenador de materiais básicos da Telhanorte, Cícero Carvalho apresenta dicas e orientações essenciais para quem vai comprar o produto.

Cálculo da capacidade de armazenamento

Inicialmente, é preciso definir a capacidade adequada do reservatório a partir de um simples cálculo: “o cliente deve considerar o consumo médio diário de 150 litros por pessoa e multiplicar esse número pela quantidade de moradores da casa. Em seguida, multiplica-se o resultado por três, como dias adicionais de reserva”, explica Carvalho. Com o resultado em mãos, é possível definir a litragem ideal para o imóvel, que pode ser a partir de 300 litros.

Local de instalação e dimensões do reservatório
Geralmente, as caixas d’água são instaladas em cima da laje da casa, em uma superfície plana, resistente e de fácil acesso para manutenção e limpeza. Nesses casos, Cícero ressalta que é preciso verificar o espaço entre a laje e o topo do telhado para definir o tamanho ideal da caixa d’água.

Escolha do material
Outro fator importante é a escolha do material da caixa d’água. Atualmente, o mercado oferece diversos modelos de reservatórios que atendem todos os portes de casa. Dentre os principais materiais, estão o polietileno, a fibra de vidro e o aço inox. “As caixas de polietileno e fibra de vidro são mais utilizadas em imóveis residenciais por serem leves, fáceis de limpar e terem proteção contra raios ultravioletas”, argumenta o especialista. Adicionalmente, Carvalho explica que as caixas de inox são as mais resistentes e duráveis do mercado, além de possuírem uma boa retenção térmica.

Complementos e acessórios
De acordo com Cícero, caixas d’água com tampas, filtros, boias e conexões soldadas são as melhores para compor a estrutura da casa, pois evitam o contato da água com sujeiras e facilitam a instalação do reservatório. O especialista ainda acrescenta que mesmo com a garantia do reservatório de água em casa, o consumo consciente e o cuidado com a qualidade da água são fundamentais para o bem-estar de todos os moradores da casa. “Ao instalar a caixa d’água, o consumidor deve pensar em todo sistema hidráulico da casa, inclusive na manutenção e na economia da água. Por isso, é fundamental realizar a limpeza da caixa d’água a cada seis meses e investir em produtos economizadores que garantam qualidade e eficiência no consumo”, conclui.

Fonte: Folha de Londrina via Secovi PR

Procurando imóvel? Aqui você encontra as melhores opções em um único lugar. Acesse o site da Tavarnaro Imóveis.